fbpx

Aprenda a receber pagamentos pela internet na advocacia

26 mar, 2020

No início, eu tinha medo de ser pago pela internet.

Afinal, todos os dias recebo notícias de golpes aplicados pela web.

E vejo muitas pessoas perdendo dinheiro.

Apesar disso, os pagamentos online passaram a ser uma necessidade para mim.

Isso porque ir a bancos ou encontrar clientes me faziam perder um tempo enorme na minha vida.

Eu sabia que era possível receber pagamentos online de forma segura.

Muitas empresas e profissionais trabalham dessa maneira.

Mas não sabia como.

Então, decidi aprender sobre como receber pela internet de forma segura.

E a minha vida mudou.

Nesse texto, você:

  • Entenderá porque é importante receber pagamentos pela internet
  • Saberá as principais formas de pagamento online
  • Conhecerá as plataformas de pagamentos que utilizamos
  • Aprenderá sobre como cobrar clientes pela internet

Antes de começar, caso queira assistir um resumo sobre o assunto, veja esse:

Deseja receber conteúdos exclusivos para o seu home office na advocacia? Entre no nosso grupo do Telegram

Por que eu gosto tanto de pagamentos online?

Pagamento pela internet

Ser pago pela internet tem inúmeras vantagens.

Vou contar as 3 principais.

Rapidez

Meus clientes procrastinavam muito para fazer pagamentos.

Afinal, eu sei que ir a bancos é uma das coisas mais entediantes que existem.

Já perdi horas em filas nessas instituições.

Os seus clientes também devem procrastinar para fazer pagamentos.

E isso acaba atrasando os seus rendimentos. 

Com pagamentos online, você evitará esse problema.

O cliente pode pagar do conforto da sua casa e de maneira muito mais eficiente.

Isso contribuirá para que eles paguem mais rapidamente.

E para que você aumente o seu caixa.

Além disso, outra vantagem que acelera muito os pagamentos é a possibilidade de estar sempre lembrando os clientes dos valores a serem pagos.

Isso porque as plataformas permitem o agendamento de cobranças e pagamentos.

Menos gastos

A demora e a procrastinação dos clientes não são os únicos problemas.

Pagamentos que ocorrem de maneira não virtual custam mais dinheiro.

Primeiro, por conta das taxas cobradas por algumas instituições.

(A maioria das plataformas de pagamento online oferece taxas com baixo percentual sobre cada transação).

Segundo, pelo dinheiro extra gasto para sair de casa.

Afinal, a gasolina pode pesar no bolso.

O transporte público também.

Comodidade

Esse é um dos fatores mais atraentes para os meus clientes.

Receber pagamentos pela internet é muito mais cômodo e confortável.

Afinal, meus clientes ganham mais opções para fazer os pagamentos.

E podem realizá-los sem sair de casa, a qualquer hora do dia.

Isso é bom tanto para mim quanto para eles.

Eu posso gerar boletos e páginas de pagamento pela internet, do meu sofá.

E eles podem pagar com alguns cliques.

A maioria me agradece por possibilitar o pagamento online.

Pagar pela internet é seguro?

Pagamentos pela internet na advocacia são seguros

A maior dúvida dos meus clientes é se receber pagamentos pela internet é realmente seguro.

Eu achava que não.

Mas estava completamente errado.

Pagar pela internet é uma das maneiras mais seguras de se fazer pagamentos hoje em dia.

Para isso, basta que você utilize uma plataforma confiável para gerar o boleto ou a página de pagamento para o cliente.

Existem muitas plataformas seguras no mercado.

Nelas, não há risco de assaltos.

De fraudes.

E nem de roubo de dados bancários.

Obviamente, eu sei que há plataformas por aí que não parecem muito seguras.

Mas eu garanto: elas são minoria.

A maioria das plataformas de pagamento são confiáveis e seguem regras rígidas de segurança cibernética.

Como o advogado pode receber pagamentos pela internet?

Chegamos ao que realmente deve interessar a você.

Há diversas maneiras de ser pago de modo 100% virtual.

As principais são:

  • Transferência bancária
  • Boleto
  • Pagamento por cartão de crédito

Vou explicar como funciona cada um desses métodos.

Transferência bancária

Transferência bancária é um dos métodos virtuais de pagamento que os advogados estão mais acostumados.

Afinal, basta que o seu cliente tenha o aplicativo do banco no celular ou acesse o site.

E que saiba os seus dados bancários e o valor a ser pago.

Cliente fazendo pagamento pela internet

O site e os apps dos bancos costumam ser bem intuitivos.

(Ao menos, todos que conheço, hoje, são assim).

Além disso, são bem seguros.

Os sites solicitam que os clientes utilizem plugins de acesso seguro e os apps são ricos em elementos de segurança cibernética.

A minha dica é que você indique ao cliente a utilização do app da instituição bancária no celular.

Eles costumam ser mais fáceis de utilizar.

Boleto bancário

O boleto bancário é uma das maneiras mais profissionais de pagamento.

Ele pode ser pago tanto em caixas eletrônicos físicos quanto no site ou app do banco.

Para gerar um boleto, normalmente, é preciso utilizar uma plataforma virtual.

(Ao final do texto, falaremos as melhores plataformas para isso).

No entanto, alguns bancos virtuais oferecem a possibilidade de gerar boletos para depósito em sua conta.

O Banco Inter é um exemplo deles.

Saber gerar boletos é fundamental para o advogado que deseja uma forma 100% profissional de pagamento.

Quais dados financeiros do meu cliente são necessários para um boleto?

De maneira geral, os dados necessários para gerar um boleto na maioria das plataformas são:

  • Nome completo
  • CPF ou CNPJ
  • Endereço
  • Telefone
  • Email de cobrança

Outros dados mais específicos também podem ser solicitados, dependendo da plataforma que você utilizar.

Pagamento por cartão de crédito

Cartão de crédito para pagar advogado

O pagamento por cartão de crédito é uma das principais formas de pagamento online.

A principal vantagem é a possibilidade de parcelamento (na maioria das vezes, sem juros).

Assim como o boleto, a página de pagamento por cartão de crédito é gerada a partir de plataformas online especializadas.

Nelas, o advogado gera uma página de pagamento com o valor desejado e envia para o seu cliente.

Na maioria das plataformas, caso o pagamento seja parcelado, os advogados recebem integralmente o valor no primeiro pagamento.

O ônus dos outros pagamentos cabe à plataforma.

Como gerar boletos bancários e páginas de pagamento para os meus clientes?

Emitir boletos bancários e páginas de pagamento pela internet é algo que exige seriedade.

Afinal, diversos golpes são aplicados por meio de fraudes em pagamentos online.

Por isso, você precisa utilizar plataformas de geração de boletos bancários que sejam confiáveis.

Vou mostrar algumas que utilizo:

Mercado Pago

O Mercado Pago é uma plataforma de gestão de pagamentos online.

Ele já é bem consolidado no mercado e possui boa avaliação do público.

A plataforma permite que, a partir da sua conta, você crie boletos e páginas de pagamento para os seus clientes.

Custo de transação

O Mercado Pago cobra um percentual sobre cada transação realizada.

Os custos por transação e o tempo de disponibilidade do dinheiro na plataforma são:

Fonte: https://www.mercadopago.com.br/ajuda/custo-receber-pagamentos_453

O Mercado Pago aceita cartões com as bandeiras: Visa, Elo, MasterCard, Maestro, Diners Club, Hipercard, American Express e Mercado Livre.

PagSeguro

O PagSeguro funciona de maneira bem semelhante ao Mercado Pago.

A lógica das plataformas é a mesma, havendo apenas algumas mudanças quanto a taxas e detalhes técnicos.

Ele permite que você crie páginas de pagamento e boletos pela sua conta e envie os links por qualquer meio para seus clientes.

Para boleto, há a cobrança de R$ 1,00 (taxa de administração de risco), que pode ser paga por você ou por seu cliente, e a cobrança de 3,99% sobre o valor do boleto.

O boleto gerado pelo PagSeguro compensa, também, em até 3 dias úteis.

As taxas da plataforma para cartão de crédito variam, também de acordo com o prazo de recebimento.

No entanto, não apresenta possibilidade de recebimento na hora para cartão de crédito, como ocorre com o Mercado Pago.

O prazo mínimo de recebimento de pagamentos em cartão de crédito é de 14 dias, com uma taxa mais alta do que o recebimento em 30 dias.

A taxa para recebimento em 30 dias é de 3,99% + 0,40 centavos.

Observação: no pagamento em cartão de crédito, dependendo do seu porte, podem haver cobranças diferenciadas nas taxas.

Asaas

O Asaas é outra plataforma de gestão de pagamentos online muito famosa.

Ele permite a cobrança de pagamentos até 5 semanas antes do vencimento, por email ou SMS.

Além disso, ele só cobra tarifas quando, efetivamente, o pagamento é efetuado.

A compensação dos boletos no Asaas ocorre em até 2 dias úteis e a taxa é de apenas R$ 2,99, sem nenhum percentual envolvido.

Já nos pagamentos por cartão de crédito, a taxa é de 3,99% + 0,49 centavos por transação, disponibilizando o dinheiro em até 30 dias.

Iugu

Outra plataforma bem conhecida é a iugu.

A Iugu oferece pagamento em boletos registrados e em cartões de crédito.

A tarifa para o pagamento em boleto no plano básico é de R$ 3,30, sem percentuais extras. A compensação ocorre em até 3-4 dias úteis.

A taxa do cartão de crédito no plano básico é de 5,45% e o pagamento ocorre em até 30 dias úteis.

Há diversos outros planos, que você pode acompanhar aqui.

Como cobrar clientes pela internet? Passo a passo

Eu contei a você quais plataformas uso para o pagamento online.

No entanto, é preciso mais que isso para ter sucesso nos pagamentos pela internet.

É necessário, também, saber cobrar os clientes de forma correta.

Por isso, vou te dar um passo a passo.

#1 Organize a sua carteira de clientes

O planejamento é fundamental para você cobrar clientes pela internet.

Assim, você não se perderá em meio às cobranças e poderá gerir o seu fluxo de caixa de maneira eficiente.

O ideal é que você tenha uma planilha.

Ela pode ser feita pelo computador ou até mesmo em um papel.

Nela, você deve colocar:

  • Dados do cliente
  • Valores a serem pagos
  • Forma de pagamento
  • Quanto falta pagar

(Obviamente, você pode sentir a necessidade de colocar mais informações).

Depois de organizar a planilha, eu sugiro que você construa uma agenda de pagamentos.

Com uma agenda, você saberá exatamente quando cobrar os seus clientes.

Agenda de pagamentos do advogado

#2 Saiba quem são os seus clientes

Conhecer um pouco da realidade dos clientes é fundamental para realizar as cobranças.

Por exemplo, você não pode cobrar uma pessoa física e uma pessoa jurídica da mesma maneira.

São realidades absolutamente distintas.

Mas não é só isso.

Mesmo se você atender apenas pessoas físicas, é preciso entender um pouco sobre a realidade dos clientes.

Há pessoas físicas que tem alta disponibilidade de renda.

E há pessoas físicas que apresentam maiores dificuldades financeiras.

O mesmo vale para as pessoas jurídicas.

Eu sei que cobranças são cobranças.

E que elas devem ser pagas!

Mas é preciso gerir isso de maneira inteligente.

Afinal, a maneira como se cobra pode interferir na sua imagem como profissional.

E pode atrapalhar a conquista de novos clientes.

Vou explicar um pouco sobre isso no próximo ponto.

#3 Tenha um relacionamento amigável

Saber cobrar de maneira amigável e não conflituosa é a melhor maneira de realizar cobranças.

Para isso, você deve demonstrar empatia e ser franco com o seu cliente sobre as suas necessidades.

Ser agressivo não ajudará em nada.

E contribuirá, apenas, para que os clientes tenham uma visão negativa sobre você.

Utilizar argumentos como “tomarei as medidas legais cabíveis” não te ajudará a ter uma carreira de sucesso.

O ideal é que atitudes extremas só sejam tomadas em último caso.

Fora isso, seja empático e busque compreender o seu cliente.

Dessa maneira, você evitará o não pagamento e poderá ser indicado ou voltar a prestar serviços para o mesmo cliente.

Quanto mais amigável você puder ser, maiores serão as chances de receber o pagamento por vias consensuais.

#4 Saiba negociar

Negociação é uma Ciência.

E é preciso utilizá-la em quase tudo no mercado.

Obviamente, eu não estou pedindo para você ser um negociador profissional.

(Até porque isso levaria bastante tempo).

No entanto, saber negociar dívidas é algo essencial para o advogado que precisa fazer cobranças.

Negociando, você pode receber o dinheiro com muito mais rapidez e evita que você tenha que tomar medidas judiciais mais agressivas (MUITO MAIS CARAS E DEMORADAS).

Há 3 principais tipos de negociação para uma cobrança:

  • Renegociar a dívida
  • Reduzir juros
  • Parcelar mais vezes

Você pode unir essas 3 formas e ajustar a melhor forma de negociação para você.

O fundamental é agir com inteligência, receber o dinheiro e evitar conflitos ou custos extras.

#5 Conheça os melhores meios de comunicação para cobrar pela internet

Há dois meios principais para cobrar pela internet:

  • Whatsapp ou apps de mensagens
  • Email

O Whatsapp e apps de mensagens são menos formais e facilitam conversas empáticas e negociações.

São ideais para avisos iniciais de cobranças ou para estabelecer uma primeira conversa.

Aqui vai um exemplo de cobrança inicial por Whatsapp:

Advogado cobrando por whatsapp

Emails são vistos de maneira mais formal e costumam dar um receio ou sensação de intimidação maior no cliente.

A menos que você construa um relacionamento amigável por email, o ideal é que não sejam a primeira forma de cobrança.

Exemplo de cobrança formal por email:

Cobrança de pagamento por email na advocacia

Precisa cobrar um cliente? Não tenha medo

Todo mundo é cobrado.

Eu, você ou qualquer outra pessoa.

A crise é crise para todos.

Ainda mais nesse momento.

Então, não tenha medo de fazer cobranças.

Tenho a certeza que, com as nossas dicas, você poderá fazer cobranças e receber pagamentos da maneira mais segura possível.

Advogada paga online

O importante é você não ter prejuízos ainda maiores.

E manter o seu fluxo de caixa.

#Dicas para trabalhar remotamente

Assinar documentos é somente uma das diversas coisas que você pode fazer pela internet.

A minha rotina de trabalho é toda digital.

Por isso, preparei materiais para que você possa aumentar a sua produtividade com a internet.

A primeira coisa importante a fazer é organizar a sua vida e seu espaço para ter um trabalho produtivo.

Depois, você precisa organizar o seu trabalho e usar ferramentas que lhe auxiliem nessa tarefa.

É importante que você se comunique bem com seus clientes e use aplicativos para marcar ligações.

Também é um ótimo momento para fazer marketing de conteúdo, um tipo de marketing que não fere o código de ética da OAB e pode lhe propiciar muitos resultados.

Que tal aproveitar o home office para começar a utilizar essas ferramentas?

Quer receber mais dicas para o home office jurídico? Entre no nosso grupo do Telegram

Os melhores conteúdos
de Marketing Jurídico
direto no seu e-mail!

Tudo certo! Seu e-mail está inscrito para receber nossos melhores conteúdos :)

Ops! Algum erro aconteceu. Tente novamente mais tarde.

Vade Marketing will use the information you provide on this form to be in touch with you and to provide updates and marketing.